História

A constituição da ARCIAL como associação de duração ilimitada, que prossegue fins de interesse geral, não lucrativos, efetuou-se por escritura pública de 14 de fevereiro de 1980, no Cartório Notarial de Oliveira do Hospital.

Desde a sua constituição que está inscrita nas Finanças como Associação Social.

Através de Despacho publicado no Diário da República, II Série, nº 289, de 16 de dezembro de 1980, a ARCIAL foi reconhecida como pessoa coletiva de utilidade pública, nos termos do Decreto-Lei nº 460/77, de 7 de novembro.

Em 21 de outubro de 1992 a ARCIAL foi registada, na Direção Geral de Segurança Social, como Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), depois de ter procedido, em 2 de outubro de 1991, a uma alteração dos seus Estatutos.

Desde a sua constituição, a ARCIAL promoveu a formação escolar e inserção social de crianças e jovens com deficiências e/ou incapacidades , para os quais as escolas regulares, ao nível do 1º Ciclo do Ensino Básico, não apresentavam capacidade de resposta.

A ARCIAL proporcionou também às crianças e jovens que aqui desenvolveram a sua formação, a possibilidade de se confrontarem com uma primeira abordagem em relação à ocupação profissional, através da frequência de áreas de formação Pré-Profissional. Esta formação, apoiada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) eram ministradas nas áreas de Cestaria e de Tecelagem.

O estabelecimento de um acordo nesse sentido com o Centro Regional de Segurança Social possibilitou o funcionamento na ARCIAL, de um Centro de Atividades Ocupacionais (CAO). O CAO apoia utentes com idade igual ou superior a 16 anos e que não reúnam as condições para aplicabilidade do regime de emprego protegido. Os utentes do CAO são jovens que não reúnem condições físicas e/ou mentais que lhes permitam o desenvolvimento de uma atividade profissional. Através de candidatura então apresentada ao IEFP, no âmbito do Programa Integrar, a ARCIAL passou a proporcionar, a partir de 1992, formação e integração profissional de jovens. Iniciada com um curso de Costura, frequentado por cinco Formandos, a Formação Profissional já ministrou os cursos de Serviços Domésticos e Limpezas, de Conserto de Calçado e de Ajudante de Cozinha. Presentemente estão em funcionamento os cursos de:  Cozinheiro/a, Costureiro/Modista; Mecânico/a e Serviços Rápidos, Assistente Familiar e Apoio à Comunidade, Padaria e Pastelaria e Operador/a de Jardinagem. A ARCIAL  proporciona também aos utentes: transporte, prestação de alimentação, cuidados higiênicos e limpeza.

Para além das referidas valências, a ARCIAL mantém em funcionamento, com apoio do Centro de Emprego de Arganil, uma Empresa de Inserção que emprega trabalhadores selecionados entre Desempregados de longa duração (DLD) e Desempregados em situação de desfavorecimento social.

Em fevereiro de 2014 a ARCIAL inaugurou uma nova resposta social no concelho de Oliveira do Hospital, duas residências autónomas, uma feminina e uma masculina, para acolher ao todo 10 utentes.